Conscendendum

Não fomos criados para a escravidão que a sociedade atual nos oferece...

Ascendendo

Há milênios, verdades importantíssimas e essenciais vem sendo ocultadas da humanidade. Uma humanidade sofrida, condicionada e hipnotizada pelos falsos valores, implantados pelos líderes do nosso tridimensional planeta Terra.

Já tardam os esclarecimentos e a merecida libertação de parte significativa de nossa população. Os fratres da Conscendo Sodalitas tem de se por a par dessas verdades escondidas atrás da penumbra, criada pelos adeptos da matéria, que hoje nos governam, para ajudar àqueles que clamam por explicações, há tanto tempo negadas.

Os estresses, sofrimentos, angústias e quadros depressivos passaram a fazer parte integrante da rotina de toda a sociedade. Isso se deve ao desconhecimento dos objetivos vivenciais, ocasionado pela proposital ocultação de nossa natureza divina, que tem de ser aflorada por meio do estudo da Lógica Universal Logóica.

O altruísmo foi suplantado pelo egocentrismo, a amizade pela desconfiança, a cordialidade pela competitividade desleal, a honestidade pela corrupção, a candura pela brutalidade, o amor pelo ódio, o espírito pela matéria...

Nossa jovem família terrena merece melhores guias, melhores líderes e governantes, do que esses que se nos apresentam. Temos similaridade com pequenas árvores em crescimento e devemos ser melhor posicionados e orientados, antes que nossos galhos se postem definitivamente sinuosos.

Carecemos de mais tempo para a mente e para o espírito. Não nascemos para a escravidão que a sociedade atual nos oferece. Nascemos para evoluir e não para trabalhar como cativos para seres parasitas, que sugam somente para si, toda a produção do labor do nosso dia a dia.

O ócio é um veneno, mas a labuta ininterrupta também o é.

Para que a verdadeira libertação ocorra é necessária uma real e irrevogável mudança interna, aliando-se boa fé, conhecimento e ação.

Os tópicos que se seguem, orientam e esclarecem os caros fratres, para que nos libertemos dessa rotina viciosa e para que se cessem os nossos ciclos de sofrimento.